equipe

é ator, diretor e iluminador teatral. natural de patrocínio/mg, onde iniciou sua carreira como ator na cia. máxima de teatro. cursou a graduação em teatro na UFMG – universidade federal de minas gerais, cursa bacharelado em humanidades na UNILAB – universidade da integração internacional da lusofonia afrobrasileira. é um dos fundadores da cia. espaço preto, responsável técnico do espetáculo “o capote” (com rodolfo vaz e direção de yara de novaes) técnico de luz dos espetáculos: “antes do silêncio” (rodolfo vaz e direção de eid ribeiro), “a projetista” (dudude herrmann), “memórias em improviso” (chico pelúcio), “histórias de chocar” (rita clemente) entre outros. é articulador e coordenador técnico da “segundaPRETA” e pesquisador de arte marginal e dramaturgia negra.

preto amparo atuação

é ator, diretor e criador de trilhas sonoras, formado no cefart – palácio das artes e licenciado em teatro na UFMG – universidade federal de minas gerais. integra o grupo espanca, dirigiu o espetáculo “violento.”, “ser – experimento para tempos sombrios”, coordena e dirige as cenas pretas (“o que não vaza é pele”, “não conte comigo para proliferar mentiras” e “rolezinho – nome provisório”), é um dos articuladores da “segundaPRETA”, orientou a pesquisa do espetáculo “pai contra mãe” da cia fusion de danças urbanas, foi curador da mostra benjamim de oliveira (2014, 2015 e 2016), realiza performances e intervenções urbanas com recorte étnico-racial.

alexandre de sena direção

leandro belilo é bailarino e diretor da companhia fusion de danças urbanas, com a qual dirigiu e atuou nos espetáculos “som”, “matéria prima” (vencedor do prêmio cena minas 2012), “meráki”, “quando efé” (lmic e programa boticário na dança) e “pai contra mãe” (lmic e programa o boticário na dança). é, ainda, fundador da cafuá – casa fusion de arte e idealizador do festival orbe de danças urbanas, além de estudante do curso de dança da ufmg. com a cia. fusion, foi vencedor do prêmio brasil criativo, premiação o cial da economia criativa brasileira, e duas vezes contemplado pelo prêmio cena minas (2012 e 2015).

leandro belilo/cia fusion preparação corporal

barulhista fez cursos livres com o grivo, brad dutz, dalga larrondo, d’arcy phillip gray, alessandra belloni, hands on semble, zé eduardo nazário, carlinhos de oxóssi, adam rudolph, titcho e lucca forcucci. criou trilha sonora para os espetáculos: “ignorância” (quatroloscinco . teatro do comum), “do lado direito do hemisfério” (cia afeta), “heróis: uma pausa para david” (sua campainha), “a tardinha no ocidente” (primeira campainha), “talvez eu me despeça” (cia afeta), “#140ouvao” (cia afeta), “isso é para dor” (primeira campainha), entre outros.

barulhista assessoria trilha sonora

pedreiro de pixel ou profissional independente de cinema e vídeo e desenhador. cata preta é graduado em desenho (2000) e cinema (2007) pela escola de belas artes da ufmg, técnico em comunicação em design gráfico pelo cecoteg/senai (2001). atualmente transita entre os ofícios de artista gráfico, video-maker, e diretor de cinema.

cata preta ilustrador

pablo é fotógrafo desde 2011, criador do projeto “indie bh” que faz coberturas fotogra cas de eventos culturais em belo horizonte, já contando com mais de 500 trabalhos realizados na cidade. pablo começou realizando registros da música independente mineira em meados de 2009. criador do projeto “indie bh”, em 2012 teve contato com o hip-hop e desde então assumiu as lentes como o fotógrafo oficial do duelo de mcs, projeto do coletivo família de rua, que nos últimos anos se tornou um dos maiores encontros do brasil. entre os muitos trabalhos realizados, vale destacar a cobertura dos projetos duelo de mcs nacional, família de rua na estrada, café, ritmo e poesia, o som que vem das ruas, palco hip hop e duelo de mcs nas quebradas. atualmente realiza criações audiovisuais com coletivos de teatro de belo horizonte.

pablo bernardo registro em foto e vídeo

alessandra é graduada em comunicação social com habilitação em jornalismo pela universidade federal do tocantins (UFT), tem experiência em reportagem de rua, produção de conteúdos, assessoria de imprensa, mídias sociais, assistência de produção e organização de eventos. gosta de trabalhar em equipe e fazer das trocas profissionais uma fonte de aprendizado. vive em belo horizonte/mg, onde tem atuado principalmente com assessoria de imprensa para projetos culturais.

alessandra brito assessoria de imprensa

revista

 


BAIXAR

apoio

contato

Colabore

contribua aqui ou visite nossa loja

                            

acompanhe